A Felicidade Está na Apreciação

18 de jan de 2011




Sim, meu jovem, já te disseram que existe um caminho,
e dizem que sempre existiu, para a felicidade; e que tal caminho é acessível a qualquer um. Já te disseram que quem tem olhos pode ver, quem não tem pode sentir, quem não quer não tem opção. Dizem até que sempre se está em tal caminho, só não se pode distinguir com total certeza.
Sim, meu jovem, dizem muitas coisas sobre o futuro, sobre os caminhos que temos de seguir para crescer; crescer, decerto, nunca foi algo fácil, mas dizem que existe um caminho, dizem, dizem, dizem.
Dizem muitas coisas, coisas que nem precisam ser ditas, ou por serem falsas, ou por serem óbvias.
Não, meu jovem, o caminho da felicidade não é objetivo, não está nas peculiaridades de nossos conceitos; não está no prêmio de uma busca bem sucedida.
A felicidade não é um fim, não é um meio; é um estado de ser.
A vida é o único veículo certo para a felicidade. Como pode alguém viver sem ser feliz? Quem não é feliz não está vivo, quem está vivo é quem está feliz. Não estou falando de carne e ossos, de veias e sangue; não falo de palavras e ações, de nomes em cartões; não falo da vida limitada, disso eu nunca falo, não é vida.
Falo da vida como extensão do espírito; parte de sua jornada na direção de si mesmo, de sua luz. E a felicidade não pode ser encontrada na vida isolada; cega de si mesma como experiência; ignorante a respeito daquilo que vai além do visível.
Essa é uma vida morta, uma vida falsa.
Vida, meu jovem, é se bastar apenas por estar de pé; é sorrir pelo simples fato de poder sentir o mundo lá fora; é amar teus próximos como se fizessem parte de teu próprio corpo; é correr, sentindo o suor na face, contemplando o mesmo trabalhando; é cantar uma canção como se fosse a primeira, a melhor, ou a última; é acordar com as energias restabelecidas e agradecer por isso; é olhar para a chuva, grato por regar o mundo, e não triste por um dia perdido; é ver-se no espelho e sorrir, cumprimentando-se em seu íntimo; é saber no fundo do peito que tudo isso vale a pena.
Felicidade, meu jovem, é viver.
Sei que estou velho, e que talvez tu aches que não sigo o mundo moderno, mas a felicidade não tem preconceito, nem tempo, nunca terá; abraça sem fazer distinção aqueles que de fato a querem abraçar. E isso é mais do que se pode entender, especialmente aqueles que não sabem e nem tentam apreciar; e, meu jovem, a verdade é esta: quem não aprecia a vida nunca encontrará a felicidade.
Palavras de um Sábio
HigherThanEagle

StumbleDiggTechnoratiRedditDelicious

0 comentários:

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...